Uma das homenageadas do Troféu Raça Negra 2017, a atriz Dandara Mariana, sentiu- se surpresa com a premiação embora tenha o ativismo desde a sua gênese.

A moça, que também é dançarina, nasceu no dia em que, oficialmente, foi assinada a Lei Áurea que aboliu a escravidão no Brasil: 13 de maio.

A bela ainda carrega o nome da guerreira negra esposa de Zumbi dos Palmares.

Vale lembrar que ambos desafiaram o sistema colonial escravista. Sua luta contra a escravidão fez com que a líder preferisse a morte a retornar à condição de escrava.

Filha do ator Romeu Evaristo, que ficou famoso após interpretar o ‘Saci Pererê’ durante dez anos no ‘Sítio do Pica-Pau Amarelo’, a jovem de 29 anos, tem brilhado nas telinhas e vivenciou recentemente a personagem Marilda na novela ‘Força do Querer’. Seu currículo ainda inclui os filmes Aparecida – O Milagre, O Concurso, O Candidato Honesto, Através da Sombra, Dona Flor e seus Dois Maridos; a minissérie Na forma da Lei e a novela adolescente Malhação. No teatro Dandara também compôs o elenco de O Bem do Mar (em 2009) e Garrincha (em 2016).